Androides sonham com ovelhas elétricas? Uma discussão

Curso: Romances utópicos e moedas distópicas
Com Christian Dunker

Sábado pós-carnaval, para começar o ano!

Dando continuidade às atividades do curso Romances utópicos e moedas distópicas, neste sábado estaremos George Amaral e eu, integrantes do Fantástika 451, com o psicanalista Christian Dunker para conversamos sobre um dos livros clássicos da ficção científica de todos os tempos: “Androides sonham com ovelhas elétricas?” de Philip K. Dick.

O livro que ficou apelidado como “Blade Runner” foi adaptado para o cinema no icônico filme de 1982 por Ridley Scott, recebendo uma continuidade, em 2017, “Blade Runner 2049” de Denis Villeneuve. Adotaremos a edição da Aleph, tradução de Ronaldo Bressane.

Durante o curso, fizemos análises das seguintes obras: O Conto da Aia de Margaret Atwood, A mão esquerda da escuridão de Ursula Le Guin, A cidade & a cidade de China Miéville, Kindred – laços de sangue de Octavia Butler e Neuromancer de William Gibson.

.

Formato:

Seguindo o modelo dos outros encontros, com uma parte expositiva e um debate, faremos da seguinte maneira:

– 11h | Ana Rüsche faz uma apresentação crítica do livro, com spoiler, com Supremo com tudo.
– 12h30 | Conversa com Christian Dunker, George Amaral e Ana Rüsche, transmitida ao vivo pela página do facebook da Tapera.

– – – –
Ana Rüsche é escritora. Doutora em Letras pela FFLCH-USP com tese sobre utopia e feminismo, no qual investigou obras de Margaret Atwood e Ursula Le Guin. Participa da Fantástika 451.

Christian Dunker é psicanalista, professor titular do Instituto de Psicologia da USP. Autor de muitas obras, destacam-se “Mal-Estar, Sofrimento e Sintoma: uma psicopatologia do Brasil entre muros (prêmio Jabuti, Boitempo, 2015) e “Reinvenção da intimidade: políticas do sofrimento cotidiano” (Ubu Editora, 2017).

George Amaral é publicitário, mestre em Teoria Literária pela Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), com a dissertação Novo estranhamento e consciência política: gêneros literários em Perdido Street Station, de China Miéville. É especialista em Roteiro Audiovisual pela PUC-SP. Sua pesquisa aborda as possibilidades de reflexão crítica proporcionadas pelo estranhamento inerente ao fantástico. Atua como designer, ilustrador e roteirista. Participa da Fantástika 451.

– – – –
Serviço: Discussão sobre o livro “Androides sonham com ovelhas elétricas?”. Curso: Romances utópicos e moedas distópicas. Sábado, das 11h às 13h, 17/02/2018. Tapera Taperá. Av. São Luiz, 187, 2º andar, loja 29, Galeria Metrópole. República, São Paulo – SP. Tel.: (11) 3151-3797.

Inscrições: diretamente no dia do evento.

A atividade é gratuita, mas ficaremos felizes se puderem contribuir com R$ 20,00 – o valor será revertido a outras atividades da Tapera Taperá.

Faça download do roteiro da análise

 

Related Posts

UA-4597471-4