sobre

Olá, que bom te ver por aqui :)

Nasci na cidade de São Paulo no ano de 1979. Sou da geração que aprendeu a datilografar em máquina de escrever e ouviu primeiros maravilhosos ruídos da Internet discada.

Publiquei seis livros. De poesia são Rasgada, Sarabanda, Nós que Adoramos um documentário e Furiosa. Na prosa são dois: Acordados e Do amor – o dia em que Rimbaud decidiu vender armas. Meu último trabalho é a noveleta para Revista Mafagafo número 2: A desconexão telepática e seus abalos sísmicos.

+ saiba mais sobre os livros, alguns estão disponíveis para download

.

Especialidades: poesia e ficção científica

Trabalho com poesia há mais uma década, dando cursos e sendo palestrante, publicada em antologias e revistas. Fui convidada a eventos sobre poesia no Chile, México, Estados Unidos e Moçambique. No Brasil, participo de muitas leituras também.

Meu doutorado foi dedicado à ficção científica, época em que pude estudar bastante esse tipo de literatura, principalmente em língua inglesa.

Hoje me dedico integralmente à literatura. Além de escrever obras de ficção, dou aulas de escrita criativa e pesquiso técnicas para escrever poesia e narrativas quanto para escrever textos de não ficção, como teses, artigos e outros tipos de texto. Faço pesquisas de temas literários sob demanda e produzo artigos de divulgação científica.

Curiosidade é minha principal rota. Capaz de me fazer mergulhar por dias em temas tão díspares quanto o planejamento urbano no próximo milênio e a linguagem dos cães.

 

.

.

Sobre o Província Imaginária

Aqui no site você encontrará informações sobre:

 

.

.

Curiosidades

 

Na web

Meus primeiros passos na web começaram em março de 2005, quando registrei o Palavras e lugares, hoje inativo – um portal para publicar poemas, entrevistas com poetas, essas pequenas coisas. Depois, em maio de 2006, comecei a escrever no Peixe de aquário, que chegou até a ser blog convidado da UOL (recebeu ainda um estranho duplo, o Pirata de aquário). Em 2009, registrei o “domínio próprio”e fiz a estreia deste site, com o blog Contrabandistas de peluche. Tudo evoluiu para o atual Província imaginária. Espero que volte!

 

Das coisas felizes que me aconteceram envolvendo a literatura

Em 2015, um poema meu, o amor e o uso dos pronomes, foi incluído em exercícios de língua portuguesa para vestibular, material editado pela Poliedro. Daí passei a receber muitas mensagens de estudantes perguntando as respostas, hehe.

.

Gastronomia

Escrevi também sobre gastronomia. Fiz os textos do livro Pois sou um bom cozin heiro – Receitas, histórias e sabores da vida de Vinicius de Moraes (Org. Daniela Narciso e Edith Gonçalves, Companhia das Letras, 2013) e organizei o Sobre Farinha para Sonhos: Quixote, moinhos de vento e culinária com Dan Rolim e Vanderley Mendonça (Feirinha Gastronômica, abril, 2013). Sobre cerveja, sou sommelier formada pela Associação Brasileira de Sommeliers e fiz reportagens como Quando uma mulher decide fazer cerveja (Revista Vida Simples, agosto, 2014) e De bar em bar – um guia sobre cervejas artesanais em Nova York (Revista Have a Nice Beer, novembro de 2014).

.

Nome

Sim, Ana Rüsche é o nome completo que consta na certidão de nascimento.

+ verbete na wikipedia

UA-4597471-4