Sobre

Olá!

Sou escritora e pesquisadora. Publiquei os livros de poesia Rasgada, Sarabanda, Nós que Adoramos um documentário, Furiosa e Monstruosidades; em prosa, AcordadosDo amor e A telepatia são os outros. Sou doutora em Letras pela Universidade de São Paulo, com pesquisa sobre ficção científica, feminismo e utopia
+ verbete na Wikipedia

Nasci na cidade de São Paulo em 1979. Sou da geração que aprendeu a datilografar em máquina de escrever e ouviu primeiros maravilhosos ruídos da Internet discada.

Hoje me dedico integralmente à literatura e tenho muito prazer em bolar novas narrativas, novas histórias. Escrevo ainda não ficção, traduzo e dou aulas de escrita criativa. Faço pesquisas de temas sob demanda, produzo artigos de divulgação científica, sendo parecerista de revistas acadêmicas. Meu doutorado foi dedicado à ficção científica, época em que pude estudar bastante esse tipo de literatura, principalmente em língua inglesa.

Trabalho com poesia há mais uma década, dando cursos e sendo palestrante, publicada em antologias e revistas. Fui convidada a eventos sobre poesia no Chile, México, Estados Unidos e Moçambique. No Brasil, participo de muitas leituras também.

Sou muito curiosa, uma vantagem (quando não é forma de procrastinação), algo que me faz mergulhar em temas tão díspares quanto cidades no próximo milênio e cantorias de baleias. Muito prazer!

FAQ

Coisas memoráveis da literatura?
Em 2015, um poema meu, o amor e o uso dos pronomes, foi incluído em exercícios de língua portuguesa para vestibular, material editado pela Poliedro. Daí passei a receber uma enxurrada de mensagens de estudantes me perguntando as respostas, hehe (não, eu não sabia muito bem a solução do exercício).

O teu nome é… ?
Sim, só tenho estes dois nomes:
Ana Rüsche é o que consta na certidão de nascimento.

Contato

Em que posso ajudar?

A respeito de direitos autorais de narrativas: sou representada pela Agência Magh.

Sobre direitos autorais de poemas: meus livros Furiosa e Nós que adoramos um documentário estão em domínio público, licença que consta expressa nas edições. Para solicitar autorização de outros poemas, me escreva.

Sobre contratações de cursos, palestras e eventos, assim como redação artigos e traduções estou aqui às ordens. :)
Me escreva no anarusche [x] gmail.com.

Rolar para o topo