literatura

de dedo de poeta a olho de poeta

de dedo de poeta a olho de poeta

Há muito tempo, num vôo para Adis, uma mulher linda, que naquela sabedoria dura e amorosa de emigrante que me disse: "Se for à Nova York, saiba exatamente o que faz por lá. Senão, você se perde".

Read more
UA-4597471-4